REGIÕES DO BRASIL: NORDESTE

REGIÕES DO BRASIL: NORDESTE

REGIÕES DO BRASIL: NORDESTE

O Brasil é um país com grande extensão territorial, sendo assim ele é dividido em regiões.

Essas regiões são os agrupamentos de estados brasileiros de acordo com características como clima, vegetação, entre outros.

E tem o propósito de orientar a aplicação de políticas públicas vindas do Governo Federal.

Assim, o Brasil é dividido em 5 regiões: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Iremos iniciar uma série de textos contando curiosidades das regiões e características dos dialetos delas, ou seja, características da fala como gírias e expressões.

No post de hoje, trouxemos curiosidades sobre a região Nordeste.

Região Nordeste

A região do Nordeste apresenta a maior quantidade de estados do Brasil, nove no total, e sua população é de 56.760.780 habitantes.

Os estados da região são: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

A propósito, o Nordeste está entre os melhores destinos de viagens no Brasil.

Com praias de mar quente, azul, esverdeado, dunas, cachoeiras, rios, manguezais, ilhas, chapadas e cidades históricas. Lugares tranquilos ou agitados.

É uma região com muita beleza natural e passeios diversificados.

Danças

  • Frevo

frevo é uma dança típica pernambucana que tem seu nome originado do verbo “ferver”, pois o ritmo é “quente”, rápido e bastante animado. Além disso, há também outros tipos de dança, como xoteforró e baião.

  • Capoeira

capoeira é uma mistura de dança com luta. É uma expressão cultural afro-brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular, dança e música.

É uma dança popular em todo o Brasil e já se espalhou pelo mundo, e é considerada patrimônio cultural da humanidade pela Unesco.

Literatura

A literatura nordestina é muito rica e possui autores renomados no Brasil e no mundo.

Dentre os mais importantes estão Ariano Suassuna – autor de “O Auto da Compadecida”, obra que virou filme; Graciliano Ramos – autor de “Vidas Secas”; Jorge Amado – autor de “Capitães de Areia”; e Rachel de Queiroz – autora de “O Quinze”.

  • Literatura de Cordel

A literatura de cordel é uma espécie de poesia escrita de forma rimada. É originada em relatos orais e depois impresso em folhetos.

Clima

O clima dessa região é uma característica muito importante.

clima tropical semiárido é o que mais predomina no Nordeste, com temperaturas acima dos 25ºC o ano todo e poucas chuvas.

Isso resulta na baixa umidade do ar, além de longos períodos de estiagem, com chuvas escassas e mal distribuídas.

A área de ocorrência desse clima é conhecida como sertão, e pode chegar a ficar oito meses sem chuva.

Parte da população nordestina, em cidades do interior, passa por épocas de estiagem e podem ficar sem abastecimento de água e até mesmo sem água para consumo.

Assim, o Governo Federal investe em caminhões-pipa, que levam água para as regiões mais afetadas.

Gírias do Nordeste

Vamos começar entendendo o conceito de “gíria”.

Gíria é um fenômeno linguístico utilizado em contextos informais. São palavras ou expressões que “fogem” da norma padrão, e são utilizadas em conversas do dia a dia.

Bora conhecer as principais gírias da região.

  • Abestado: Forma de chamar alguém de bobo, trouxa, tonto.

Exemplo: “O que o abestado do meu irmão foi fazer na sua casa?”

  • Afeiçoado: Elogio sobre a aparência de alguém. Serve para dizer que a pessoa é bonita ou está bem arrumada.

Exemplo: “O João é um rapaz bem afeiçoado.”

  • Aluado: Quem fica no mundo da lua, que faz muita besteira, fala sem pensar.

Exemplo: “Você disse isso? É aluado, é?”

  • Apurrinhado: O mesmo que dizer que está com raiva, muito irritado.

Exemplo: “Não fala comigo porque eu já estou apurrinhado com você.”

  • Armaria: Forma de dizer “Ave Maria”. É usado para expressar espanto ou surpresa.

Exemplo: “Armaria, ele quase foi atropelado.”

  • Arretado: É uma gíria que consegue reunir vários significados em uma só palavra.

Pode ser usado para se referir algo que considera muito bom, legal ou bonito.

Exemplo: “Luiz, seu sapado é arretado.”

Também serve para indicar que uma pessoa é corajosa, valente.

Exemplo: “Não mexe com ela que ela é arreatada!”

Por fim, ainda pode querer dizer que alguém está irritado.

Exemplo: “Olhe, nem chegue perto que hoje eu estou arretada.”Por isso, é importante considerar o contexto da frase em que o termo for utilizado.

  • Cabra: É usada como sinônimo parapessoa, sujeito, indivíduo, homem, etc.

Exemplo: “Não vou com a cara do Zé. Ô, cabra safado.”

Obs.: Não ir com a cara de alguém, quer dizer que você não gosta de alguém.

  • Cangote: O mesmo que pescoço.

Exemplo: “Hum, que perfume bom! Posso cheirar o seu cangote?”

  • Cheiro: Forma carinhosa de dar ou mandar um beijo.

Exemplo: “Lúcia, a Marli mandou um cheiro para você.”; “Vem cá, me dá um cheiro.”

  • Emperiquitado: Se diz sobre algo ou alguém que está muito arrumado.

Exemplo: “Maria, porque você está tão emperiquitada?”

  • Escarafunchar: Sinônimo de mexer, revirar, fuxicar algo.

Exemplo: “Ana Maria adora escarafunchar o podre dos outros.”

  • Lambança: É o mesmo que sujeira, bagunça.

Exemplo: “Mas que lambança que você fez, come direito!”

  • Lascado: Diz-se de alguém que está com problemas ou em uma situação complicada. A expressão “Lascou” é usada quando algo ruim acontece.

Exemplo: “Estamos lascados.”; “Lascou! Maínha descobriu que eu tirei zero na prova de matemática.”

  • Maínha: Forma carinhosa de chamar a mãe.

Exemplo: “Estou com uma saudade de maínha.”; “Maínha, o que tem para o almoço hoje?”

  • Migué: É o mesmo que enrolar, tentar falar algo só para convencer alguém.

Exemplo: “Você disse que ia aparecer ontem e depois deu um migué.”

  • Ôxe: Abreviação de “Oxente”. Normalmente, é usado como expressão de surpresa ou espanto. Dependendo da sua entonação, pode significar dúvida, empolgação e até indignação.

Exemplo: “Ôxe, por que você está falando assim comigo?”

  • Paínho: Forma carinhosa de chamar ou se referir ao próprio pai.

Exemplo: “Paínho saiu cedo para o trabalho.”

Algumas dessas expressões não são utilizadas apenas no Nordeste, mas outras regiões “pegam emprestado”, e também as utilizam no dia a dia.

Agora que você conhece um pouco dessa região e suas gírias mais comuns, é só sair falando igual a um nordestino. 😀

No próximo post teremos curiosidade de outra região. Fique ligado!

Leave A Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *